Curiosidades

Parque erótico na Coréia do Sul

 

 

 Apesar do que muito se fala da população asiática ser muito reprimida quanto ao sexo, o parque Jeju Loveland que se localiza em Cheju, na Coréia do Sul conhecido também como “Love Land” é um dos poucos parques temáticos de esculturas eróticas em todo o mundo e conhecido como um centro de educação sexual para recém-casados. São diversas estátuas para interação e apreciação do público.


              

              Algumas curiosidade sobre a Coréia do Sul


  • 63% de todos os coreanos fazem todos os pagamentos por telefone (hipoteca, energia, etc.).
  • Um popular prato da Coreia do Sul é a lula viva, que é comida ao vivo!
  • O segundo carro mais procurado na Coréia do Sul não é uma Ferarri, mas sim um "solid pro", carro do jogo virtual Kart Rider.
  • O Lineage, um jogo virtual multi-jogador na Coréia do Sul, tem 14 milhões de jogadores, duas vezes mais que o famoso World of Warcraft.
  • O esporte nacional da Coréia é o Tae-Kwon-Do.
  • É possivelmente o país com a mais desenvolvida estrutura Tecnologia da Informação existente.
  • Um quinto da sua população reside em Seul.
  • O primeiro cachorro clonado do mundo nasceu na Universidade Nacional da Coréia.

 Cerca de 2 milhões de cães são mortos brutalmente por ano na Coreia do Sul


Aproximadamente 5 mil cães são estrangulados, eletrocutados e espancados até a morte diariamente na Coreia do Sul. Por ano, são cerca de 2 milhões de cães brutalmente mortos. Tudo para manter a indústria da carne de cachorro no país.




O governo sul-coreano aceitou as Leis de Proteção Animal, que tornam a tortura um crime, mas essas leis nunca foram devidamente aplicadas no país. A indústria de carne de cachorro continua a prosperar e as autoridades são relutantes e indiferentes à sua proibição.
Embora seja proibido o anúncio nas principais ruas ou mesmo em idioma inglês, cerca de 6 mil restaurantes hoje servem carne de cachorro na Coreia do Sul. E não são fechados.
Apenas durante as Olimpíadas de Seul em 1988 e na Copa do Mundo de 2002, restaurantes que serviam carne de cachorro foram obrigados a fechar temporariamente, com medo da mídia internacional presente na Coreia do Sul.


A vida dos cães na Coreia do Sul


http://www.youtube.com/watch?v=MmUbgvhqNTA

Este vídeo mostra imagens de cachorros na Coreia do Sul. Eles são confinados em fazendas de criação, onde recebem comida em quantidades que mal dão para se alimentarem, e ficam presos em espaços pequenos, onde não podem mover-se.
Muitos cães são criados para a indústria da carne, mas alguns são animais de estimação vendidos aos comerciantes de carne de cachorro. Muitos são transportados para mercados como o Moran, próximo de Seul.
A morte dos cães é lenta e dolorosa. São espancados, queimados e enforcados. Acredita-se que, se você torturar um cão antes de matá-lo, sua carne ficará mais saborosa, e aquele que a consumir terá mais virilidade.
A carne de cachorro é vendida abertamente, embora não seja recomendada aos comerciantes a venda da carne para estrangeiros. Mais de seis mil restaurantes na Coreia do Sul servem comida feita de carne de cachorro – sopas, guisados e bifes.
Isto acontece em pleno século 21, em um grande centro de negócios e tecnologia da Ásia.

 


11 comentários:

  1. isso é um absurdo nao aceito isso cachorros sao animais lindos e q merecem nossa atençao e nao mals tratos nem uma morte como essa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. cada pais com sua cultura!
    as vacas q nos comemos são deuses na india!

    ResponderExcluir
  3. kkk,verdade.E se os indianos vissem como tratam os deuses deles por aqui iam detestar os Brasileiros!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Muito Bem Allan concordo com vc, embora eu não conheça ninguém em meu meio que goste e defenda os cães e gatos de um modo geral, do que eu, embora os animais representem para mim o mesmo sentimento que tenho pelos meus filhos, eu respeito à cultura deles.
    Quem somos nós para julgar o porquê das coisas de uma cultura que há tão pouco tempo nós temos acesso, graças à internet é que hoje nos usufruímos de tantas guloseimas que vem da cultura deles, isso virou Moda, mas quando eu comecei a gostar e procurar saber mais do mundo asiático, aqui à maioria das pessoas os menosprezavam e havia muito preconceito. Voilá a mídia e a nossa evolução como ser humano imperfeito que somos.

    ResponderExcluir
  6. cadaa pais com sua cultura la e cachorro aqui e gato '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém come gato aqui no Brasil u_u
      Se você come, ou mais alguém come gato aqui, é doente. Tem que apodrecer no inferno . u---u

      Bye ~
      http://curiosidadesdojapan.blogspot.com.br/

      Excluir
  7. Bem, tenho amigos coreanos, e alguns tem cachorros que cuidam como animaizinhos de estimação, como nós, não é todo lugar da Coréia que matam cachorros

    ResponderExcluir
  8. É mesma coisa que comer carne de vaca, já viram como é o sofrimento? Pura hipocrisia criticar a cultura dos outros enquanto aprecia frangos, peixes, boi, leite e ovos.. Então pesquisem a respeitos destes também que o sofrimento não é menor, e as vezes pior!

    ResponderExcluir
  9. Aqui no Brasil espancamos, eletrocutamos, estrangulamos os animais que consumimos??? Não é o caso de comerem cachorros,mas sim como os animais são mortos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ficaria surpresa como a vaca é morta em muitos abatedores. Aqui não é muito diferente. Sugiro assistir ao documentário A Carne é Fraca.

      Excluir